ACABOU O COLONIALISMO QUE OPRIMIU ANGOLA

Jornal a Província de Angola, 16 de Janeiro de 1975.

HOLDEN ROBERTO

PORTIMÃO - Boa noite, angolanos. Como é do vosso conhecimento, a cimeira de Alvor acaba de terminar. Foi à beira do Oceano Atlântico, nesta distante província portuguesa do Algarve, que há cinco séculos, as caravelas portuguesas receberam a ordem de partida para as distantes terras de Africa.

Foi desta terra que partiu Diogo Cão, desses conquistadores, desses colonizadores fará atracar no nosso país.

Pois, meus irmãos, é com regozijo que vos anuncio que nessa mesma terra onde nasceu o colonialismo, o colonialismo que oprimiu Angola, acabou.

É o fim de uma época e o princípio de outra e neste momento solene em que os corações de todos os angolanos batem à uma, os meus pensamentos estão dirigidos para vós. Ao mesmo tempo peço para celebrarem comigo esta victócia que o nosso povo depois de catorze anos de luta sangrenta e implacável, acaba de alcançar,mas tendo em conta que essa vitória é alcançada com sangue, com lágrimas e com o suor dos filhos mais queridos de Angola. E neste momento que celebramos esta vitória é nosso dever dirigir o nosso pensamento para que aqueles. que se sacrificaram para que este dia tão glorioso nos anais da história do nosso povo se torne uma realidade viva.

A partir de hoje, as responsabilidades que assim assumímos durante catorze anos aumentam. O que nos caberá agora defender esta jóia que é a independência?

1l de Novembro de 1975, Angola será independente para toda a eternidade. Regozijai-vos, cantai e dançai porque a liberdade pela qual tanto sofremos, se torne uma realidade.

Daqui a poúco tempo assumireis novas responsabilidades e não sereis mais homens sem pátria, meios cidadãos. Pois sereis, doravante, verdadeiros cidadãos.

Em breve futuro falar-vos-ei mais longamente. Por ora desejo-vos boa noite, A primeira noite que passareis com a certeza de ver a brilhar no horizonte a estrela que simboliza a Liberdade, o símbolo da nossa bandeira. LIBERDADE E TERRA

Esta mensagem foi transmitida pelo programa " Luanda- 75".